sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Quadrados de Chocolate com Amêndoa


E já é sexta-feira!
Com o fim-de-semana a espreitar, a cabeça começa a fervilhar de ideias com coisas para fazer, locais para passear, amigos para convidar, receitas para experimentar, escolher um novo livro para começar a ler... Enfim, tantas mas tantas coisas que gostava de fazer, mas depois lembro-me que são só 2 dias, 48 horas... Há coisas que vão ter de ficar para outro fim-de-semana...
Mas fim-de-semana a sério tem de ter bolo, nem que seja só para o lanche, mas tem que ter!
O bolo que vos deixo hoje foi o que fiz para o aniversário do P, amigo do J. Ele adora chocolate, então fiz um bolo de chocolate, com amêndoas de chocolate e com cobertura de chocolate. Pelo que sei, desapareceu num instante!
Bom fim-de-semana!

Ingredientes

2 dl de água
4 colheres de sopa de cacau
5 ovos
250g de açúcar
50ml de óleo
50ml de leite
350g de farinha
100g de chocolate em barra (usei Pantagruel)
100ml de natas
100g de amêndoas de chocolate com canela (usei  Regina)

Modo de preparação:
Parta grosseiramente as amêndoas com a ajuda de uma faca.
Dissolva o cacau na água bem quente.
Bata as gemas com o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado. Adicione o óleo e o leite em fio, mexendo sempre. Junte a farinha peneirada, alternando com o cacau dissolvido.
À parte bata as claras em castelo e envolva na massa com cuidado. No final junte as amêndoas.
Leve ao forno a 180º, numa forma rectangular (20x30) forrada com papel vegetal, por 30 minutos, aproximadamente, ou até que o bolo esteja cozido.
Deixe arrefecer um pouco dentro do forno com a porta aberta, depois desenforme sobre uma rede.
Prepare a cobertura. Num tacho aqueça as natas até ferverem, desligue o lume e junte o chocolate em pedaços. Mexa até que o chocolate esteja completamente dissolvido.
Deite esta mistura para um prato e deixe arrefecer ligeiramente.
Corte o bolo em quadrados e mergulhe no molho de chocolate só até metade.

Bom apetite!

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Massa com Lulas e Chouriço


Há dias que em os dias deviam ter muitas mais horas, parece que nunca mais acabamos o que temos para fazer, parece que fica tanto por fazer, parece que não conseguimos...
E nesses dias por muita vontade que haja, não há paciência para estar muito tempo na cozinha.
Esta é mais uma receita para esses dias. Enquanto a massa coze, o recheio fica mais que pronto.
Há coisas que tenho sempre no meu congelador como é o caso de lulas limpas, chouriço bom e em pedaços, pimentos assados... E assim é muito, muito fácil de fazer uma refeição rápida sem recorrer às sandes..

Ingredientes para 2 pessoas

200g de massa (usei Garofalo Fusilli Lunghi)
1 pedaço pequeno de chouriço
8 lulas pequenas
2 tiras de pimento vermelho assado
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de molho de tomate (usei Garofalo com parmesão)
1/2 limão
salsa q.b.
azeite q.b.
sal q.b.
pimenta q.b.

Modo de preparação:
Coloque a massa a cozer.
Numa frigideira coloque um bom fio de azeite e os alhos em lâminas. Assim que aquecer, junte as lulas limpas, em tiras, deixando-as saltear, mexendo com frequência. Junte o sumo de limão.
Assim que estiverem tenras, adicione o molho de tomate, os pimentos em pequenas tiras e o chouriço em rodelas, mantendo o lume médio-alto.
Assim que estiver tudo bem envolvido e com os sabores bem ligados, desligue e polvilhe generosamente com salsa picada.
Escorra a massa e sirva com o preparado de lulas.

Bom apetite!

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Risotto de Pato




Estes dias bem frios continuam a pedir pratos reconfortantes. 
O risotto é um prato assustador para alguns, muitos me dizem que não fica cremoso, que fica cru, que fica empapado... A sua preparação é simples, muito simples. Só têm de entrar no modo de 'descomplicar'.
Pensamentos positivos trazem resultados positivos. É verdade!
Apesar de simples, os risottos são muito apressados, não esperam! Assim que ficam prontos têm de ser logo servidos. São uns meninos esquisitos...
Normalmente são feitos com manteiga, mas como vou utilizar o caldo do pato, neste caso optei pelo azeite.

Ingredientes para 4 pessoas

200g de pato desfiado
2 chávenas pequenas de arroz Arbóreo
1 cebola grande
1 cenoura grande
2 colheres de sopa de manteiga
1 molho de espargos
4 fatias de presunto magro
2 colheres de sopa de queijo parmesão
sal q.b.
pimenta q.b.
caldo de cozer o pato q.b.

Modo de preparação:
Corte a pique finamente a cebola, rale a cenoura e leve ambas ao lume com um fio de azeite, deixando refogar lentamente. Assim que a cebola estiver translucida adicione o arroz. Mexa com frequência, durante uns 5 minutos ou até que o arroz esteja seco.
Adicione uma concha do caldo quente, mantenha o lume médio-baixo e vá mexendo para que não agarre. Assim que o caldo tenha sido absorvido pelo arroz, repita esta operação as vezes necessárias para que o arroz fique cremoso (não pastoso!) e com uma cozedura al dente.
Antes de terminar, mais ou menos uns 2 minutos antes, adicione o pato para que depois possa ajustar o caldo necessário para terminar.
Quando terminar de acrescentar caldo, adicione a manteiga e o queijo (ralado finamente), envolva bem.
Grelhe os espargos em lume alto, temperando-os apenas com um fio de azeite e sal.
Sirva de imediato o risotto com os espargos e as fatias de presunto em tiras.

Bom apetite!

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Bochechas estufadas



A receita de hoje é algo que sei que muitos ainda não provaram ou pensam que não gostam..
Em algumas zonas do país servem-se como aperitivo, as famosas "burras", mas são apresentadas ainda com um osso enorme o que confesso que esteticamente também não me agrada muito.
Mas assim, limpinhas, como se fossem uns rojões maiores, uma carne muito muito tenra que até parece que foi cozida em panela de pressão... Desculpem-me mas não resisto!
Servem como petisco, como prato principal, secundário, servem para tudo, só têm é que estar na mesa prontinhas para comer! :)
Espero que gostem!

Ingredientes para 4 pessoas

500g de bochechas de porco (só a carne, sem osso)
1 cebola grande
4 dentes de alho
1,5dl de vinho tinto
1 molho grande de coentros
1 limão
azeite q.b.
sal q.b.
pimenta q.b.

Modo de preparação:
Numa frigideira larga deite um bom fio de azeite e coloque as bochechas, deixando-as em lume médio-alto. Deixe que ganhem uma cor douradinha por fora, virando-as de vez em quando.
Baixe o lume para médio-baixo, junte a cebola picada, os dentes de alho esmagados com a pele, o vinho tinto, tempere com sal e pimenta a gosto e tape. Deixe assim por uns 30 minutos ou até que a carne esteja bem tenra. Caso seja necessário, a 2 minutos do fim aumente um pouco o lume para que o molho reduza e fique com aquela consistência cremosa, que é absolutamente delicioso!
Na altura de servir polvilhe generosamente com os coentros picados e regue com o sumo de limão.

Bom apetite!

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

De volta com pudim de Coco...

 


Olá Olá!
Sei que estive afastada 2 semanas sem avisar nem dizer nada.. Mas o J decidiu ir passar uns dias ao hotel de 5 estrelas aqui de Viana e ficar lá internado uma semana!... Bem, foi um grande susto, mas felizmente já está tudo bem e agora que a vida aqui por casa volta ao normal, as receitas estão também prontas para voltar ao normal.
Obrigada a todos pelas mensagens que me deixaram. É bom saber que tinham saudades... 
E assim, deixo-vos hoje o doce que prometi. Sim não me esqueci que na ultima receita prometi que no dia seguinte era dia de docinho...
Um pudim de coco que é muito fácil de fazer, e de desaparecer também! :)
Convém ser feito no dia anterior para que possa estar no frigorífico umas 12 horas. Depois de aberto, aguenta-se muito bem por alguns dias no frigorífico, o que é óptimo porque se conseguirem que sobre, têm aquela guloseima prontinha para comer quando quiserem.
Experimentem no fim de semana, vão adorar!
Bom fim-de-semana!

Ingredientes

400g de açúcar amarelo
2dl de água
250g de coco ralado
1 limão
4 ovos
4 gemas

Modo de preparação:
Numa caçarola, misture o açúcar com a água, leve ao lume médio e assim que começar a ferver, marque 3 minutos exactos. Desligue e retire do lume e adicione de imediato o coco ralado, mexa bem. Junte a raspa do limão, os ovos e as gemas e misture tudo muito bem com uma colher de pau.
Unte uma forma redonda sem buraco com manteiga e polvilhe com açúcar. Deite a mistura na forma e leve ao formo pré-aquecido a 180º, em banho-maria, por 45 minutos, aproximadamente.
Para se certificar que está bom, faça o teste do palito, este deverá sair sequinho.
Retirar do forno, deixar arrefecer e colocar no frigorífico.
No dia seguinte, aqueça ligeiramente a forma, com a chama dos bicos do fogão (caso não tenham fogão a gás, tal como eu também não tenho, coloquem o fundo da forma dentro de água a ferver por uns minutos). Descole os lados da massa com a ajuda de uma faca e desenforme sobre um prato de servir.
O pudim deverá ficar com 2 camadas, numa fica o coco todo e outra mais fina fica com a maioria dos ovos.

Bom apetite!

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Esparguete com cogumelos, ervilhas e tomate


Não sei se com vocês se passa o mesmo, mas continua-me a apetecer comidinhas mais leves. Até nem fiz muitos disparates nestes dias em que normalmente costumo abusar, mas continuo a imaginar a mesa cheia, e mais cheia...
Sei que o tempo convida a outras refeições mais reconfortantes, mas aqui por casa continuamos nos pratos mais leves.
Assim, hoje deixo-vos mais uma receia para continuar o programa de expulsão de excessos! :) Vá não refilem! Amanhã publico um docinho...
Para quem não dispensa, pode polvilhar um pouco com queijo parmesão. Foi o que o J fez, eu ainda tentei resistir, mas ele foi buscar e o que é que eu podia fazer??? :) Mas foi só um bocadinho...

Ingredientes para 4 pessoas

400g de esparguete
150g de cogumelos Portobello frescos
1 chávena de ervilhas já cozidas
2 tomates
1 cebola
2 dentes de alho
sal q.b.
pimenta q.b.
azeite q.b.
queijo parmesão q.b. (opcional)

Modo de preparação:
Coza a massa em água a ferver e sal.
Lave  e corte os cogumelos em tiras. Leve-os a saltear em azeite. Estarão prontos quando toda a água que se formou, evaporar praticamente toda. Retire e reserve.
Numa frigideira larga coloque um fio de azeite, as cebolas e os alhos picados. Deixe saltear em lume médio, sem refogar muito. Introduza os tomates, sem pele e em pedacinhos. Passados 2 minutos junte as ervilhas e os cogumelos, envolva tudo muito bem, tempere com sal e pimenta a gosto, reduza o lume para muito baixo e deixe até que a massa esteja pronta.
Escorra a massa, junte ao preparado anterior e envolva bem.
Sirva de imediato.

Bom apetite!

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Bacalhau gratinado com legumes



Olááá!!!
Bom ano a todos!
Não me vou por aqui com "lamechices"... Desejo que todos vocês consigam tudo aquilo que mais querem. Vá, não sejam excêntricos!
Eu consegui partilhar uma das minhas paixões com todos vocês, a culinária! O reunir à volta da mesa os grandes amigos e fazer novos amigos também. É fantástico!
Obrigada por terem estado comigo neste tão pouquinho tempo, mas sabem uma coisa? Vão ter de me continuar a aturar, há muito, muito mais para vos mostrar!

E para começar o ano, tinha de ser com peixe, vá não comecem a refilar. Quem não comeu doces e mais doces, carne e mais carne, e tudo e mais alguma coisa?
Então há que aligeirar um pouco as coisas porque o verão chega num instante e depois custa mais! :)

Ingredientes para 4 pessoas

400g de bacalhau (peso depois de demolhado e limpo de pele e espinhas)
1 alho francês
2 cenouras
1 cebola grande
3 dentes de alho
1/2 chávena de pão ralado caseiro
2 colheres de sopa de maionese
1kg de batatas
1 colher de sopa de manteiga
sal q.b.
pimenta q.b.
azeite q.b.
leite q.b.
noz-moscada q.b.

Modo de preparação:
Coloque o bacalhau num tacho e cubra-o com metade de leite e metade de água. Assim que estiver macio, retire, escorra e reserve todo o liquido da cozedura.
Retire a pele às postas, bem como as espinhas e desfie o bacalhau grosseiramente.
Leve as cebolas em meias luas e os alhos laminados a refogar em azeite. Quando alourar ligeiramente, adicione o alho francês em rodelas fininhas. Após 5 minutos, junte as cenouras raladas. Tempere com sal e pimenta (atenção ao sal do bacalhau).
Prepare o puré. Coza as batatas em água e sal. Quando estiverem cozidas, desfaça-as em puré, adicione o liquido da cozedura do bacalhau suficiente para que obtenha a consistência que mais gosta. Tempere de sal, pimenta, noz moscada e a manteiga.
Numa travessa própria para ir ao forno, coloque o preparado de bacalhau no centro. Polvilhe o com o pão ralado, deite a maionese por cima e coloque o puré a toda a volta.
Leve ao ao forno a gratinar.

Bom apetite!