domingo, 29 de setembro de 2013

Bolo de Domingo de Chuva



Porquê de Domingo de Chuva? Porque é daqueles bolos que, apesar de não dar muito trabalho, demora um pouco. Porquê? Porque tenho de usar o forno em duas vezes, porque só tenho um forno, porque a cozinha fica mais quente e porque se estivesse sol e calor eu estaria certamente na praia!! :):)
E com esta maravilhosa delicia, termina a semana do chocolate! Podiam ter sido outras 1001 receitas, mas certamente que haverá mais semanas assim...

Ingredientes:

- Suspiro:
8 claras de ovos XL
400g de açúcar
60g de cacau em pó

- Bolo de chocolate:
200g de açúcar + 30g de açúcar
150g de manteiga sem sal
4 ovos
200g de chocolate culinária
100ml de natas
180g de farinha
50g de Maizena
1 colher de chá de fermento em pó
1 cholher de café de bicabornato de sódio
50g de pepitas de chocolate (ou chocolate culinário partido em pedaços grosseiros)
125g de amoras frescas

- Doce de ovos:
8 gemas
8 colheres de sopa de água
6 colheres de sopa de açúcar

- Ganache de Chocolate
100g de chocolate culinário
100ml de natas

Modo de preparação:
Começe por preparar o supiro. Bata as claras na batedeira na velocidade máxima e quando começarem a ficar em espuma introduza o açúcar e o cacau (reduza quando introduzir o cacau para que não voe todo..). Deixe que fiquem bem firmes. Em duas folhas de papel vegetal, desenhe um circulo do tamanho da forma que vai utilizar para o bolo, e unte com óleo. Coloque as claras por cima de cada um deles, espalhe seguindo a forma que desenhou e leve ao forno a 140º por 1h, aproximadamente. Deve ficar firme por fora e ainda um pouco húmido no interior.

Prepare o doce de ovos: coloque ao lume a água com o açúcar até começar a ferver. Deite um pouco desta calda nas gemas, mexa bem e deite as gemas na calda, mexendo sempre até engrossar. Retire do lume, passe para uma taça de vidro e deixe arrefecer no frigorífico.

Para o ganache, derreta o chocolate e as natas em banho-maria, mexendo bem (pode derreter no microondas, se preferir). Reseve.

Para o bolo, bata a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo. Adicione as gemas e continue a bater. Junte o chocolate com as natas, previamente derretidos no microondas as pepitas, incorporando tudo muito bem e depois acrescente as pepitas.
Retire da batedeira e bata as claras em castelo com as 30g de açúcar.
Com a ajuda de uma colher de pau adicione à massa de chocolate as farinhas, o fermento e o bicabornato de sódio, intercalando com as claras em castelo.
Deite esta massa em duas formas iguais (ou numa só, mas depois terá de abrir o bolo ao meio) forradas com papel vegetal e leve ao forno a 180º por 30 minutos. Confirme sempre com a ajuda de um palito se o bolo está cozido.
Para a montagem do bolo, coloque no prato de servir pela seguinte ordem: bolo, doce de ovos, suspiro, bolo, ganache, suspiro. Termine com raspas de chocolate e amoras frescas!

Ainda bem que está a chover lá fora!....
Bom apetite!

sábado, 28 de setembro de 2013

O "chocolate" Português


                         
Estas ultimas receitas com chocolate têm causado algum "sofrimento" à minha amiga D. Eu sei que é por um óptimo motivo, mas entendo perfeitamente que quando não podemos comer algo é quando mais nos apetece. E isso por vezes torna-se um martirio! Eu sei D, eu sei...
Então, e talvez por ter estado recentemente no Algarve, lembrei-me de fazer uma sobremesa, que é uma óptima alternativa ao chocolate sendo muitos nem notam que não o inclui!
Bolo de Alfarroba!... Com amêndoa!... E com recheio!...
Vamos lá para a cozinha??!

Ingredientes:

2 colheres de sopa de manteiga sem sal
200g de açúcar amarelo
6 ovos
100g de amêndoa ralada
2 colheres de sopa de mel
3 colheres de sopa de farinha de alfarroba
1 colher de sopa de farinha de trigo
Meia receita do Recheio de Limão

Modo de preparação:
Coloque na batedeira a manteiga com o açúcar e bata até se formar um creme.
Adicione os ovos, um a um, batendo bem entre cada adição e no final junte a amêndoa e o mel. Pare a batedeira e à mão, com a ajuda de uma colher de pau, introduza suavemente as farinhas de modo a que fique tudo bem incorporado.
Deite esta massa em duas formas redondas iguais, previamente forradas com papel vegetal (ou então untar com manteiga e polvihar com farinha) e leve ao forno pré-aquecido a 180º, por 20 minutos, aproximadamente.
Não deite a massa toda na mesma forma, com a tentação de depois abrir o bolo ao meio para rechear, acreditem que assim faz toda a diferença!
Assim que o bolo estiver cozido (a massa deve ficar firme e húmida), retire do forno e deixe arrefecer completamente dentro da forma.
Coloque uma das partes no prato de servir, barre com o Recheio de Limão e coloque a outra parte da massa por cima.
Sirva e veja quem descobre que não é chocolate......

P.S: Se não quiser rechear, pode servir sem sobrepor as 2 partes, ficando assim com 2 tartes!

Bom apetite!

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Torta de Chocolate e Limão


                    
Com o chocolate é difícil escolher a melhor combinação, limões, laranjas, framboesas, morangos... Sendo que os citrinos são os meus eleitos e hoje fica aqui uma dessas minhas combinações predilectas. Chocolate e Limão. Talvez pelo contraste de doçuras, não sei, mas adoro!

Ingredientes para 1 torta de 30 cm:

- Recheio de Limão
200g de açúcar amarelo
1,5 dl de sumo de limão
raspa de 2 limões
3 ovos
50g de manteiga sem sal Primor

- Torta
100g de açúcar amarelo
40g de chocolate em pó
4 ovos
50g de farinha
3 colheres de sopa de água a ferver
1/2 colher de chá de fermento em pó

- Cobertura
100g de chocolate em barra
50ml de natas
nozes q.b.

Modo de Preparação:
Para o recheio de limão, leve ao lume um tacho pequeno com o açúcar, o sumo e a raspa de limão. Assim que o açúcar se dissolver, junte os ovos e mexa energicamente com uma vara de arames. Deixe ferver e engrossar um pouco, mexendo sempre. Retire do lume, junte a manteiga em pedaços e continue a mexer para que a manteiga de dissolva. Coloque no frigorífico para arrefecer enquanto prepara a massa.
Bata os ovos com o açúcar até obter um creme espesso e fofo. Junte a água.
Peneire a farinha com o fermento e o chocolate e junte ao preparado anterior, delicadamente.
Coloque numa forma rectangular (30x40cm) previamente forrada com papel vegetal e leve ao forno a 180º por 15 minutos aproximadamente.
Retire do forno, desenforme sobre um pano seco, polvilhado com açúcar, retire o papel vegetal e deixe a massa arrefecer tapada com um pano.
Para a cobertura derreta o chocolate com as natas em banho-maria.
Quando a massa arrefecer, coloque o recheio por cima espalhando bem, enrole com a ajuda do pano, coloque no prato de servir e deite a cobertura por cima.
Polvilhe com as nozes e delicie-se!

P.S: Pode coar o recheio, eliminando assim as raspas do limão. Deste modo o sabor não fica tão intenso. Mas eu gosto assim, além de ficar mesmo com o sabor a limão, gosto da textura que com que fica.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Panna Cotta de Chocolate


             
Do Italiano:
Panna = Nata
Cotta = Cozida

Pode parecer demasiado para os menos apreciadores das natas ou até fantástico para os mais rendidos, mas na realidade, é uma das sobremesas mais simples mas muito saborosa, apesar de ser feita na sua maioria com natas.
Existem muitas variações, sendo a minha favorita uma outra que qualquer dia vos dou. Mas hoje, e porque é a semana do chocolate fica a Panna Cotta de chocolate.
A sua preparação é muito simples e rápida, mas não menos fantástica.
Com tantas receitas que existem, foi-me difícil conseguir encontrar o equilíbrio perfeito para a sua consistência, mas acho que consegui... Pelo menos gosto assim...

Ingredientes para 6 pessoas:

3 folhas de gelatina
500ml de natas
300g de açúcar
1 vagem de baunilha
100g de cacau em pó
250ml de leite
6 bolachas com sabor a laranja
framboesas q.b.

Modo de Preparação:
Coloque as folhas de gelatina em água fria para que amoleçam.
Abra a vagem de baunilha ao meio no sentido do comprimento e com a ponta da faca retire todas as sementes. Coloque-as num tacho juntamente com as natas, o açúcar e o cacau. Leve ao lume mexendo sempre até ferver. Adicione a gelatina já hidratada, mexa para se dissolva completamente, retire o tacho do lume e coe a mistura para uma taça. Junte o leite, mexa e deite em taças pequenas, levemente untadas com óleo. Coloque no frigorífico pelo menos por 4h. Pode fazer com antecedência e deixar no frigorífico durante a noite.
Na altura de servir, coloque as taças uns segundos dentro de água quente, descole os lados com a ajuda de uma espátula ou faca fina e vire para um prato.
Triture as bolachas e sirva a Panna Cotta decorada com as framboesas e a bolacha triturada.

Atenção que a quantidade de açúcar indicada é para o uso de cacau. Se usar chocolate em pó terá de reduzir o açúcar (pelo menos em 50g), caso contrário ficará demasiado doce!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O clássico... Salame de chocolate...

Se viram no facebook, esta semana vai ser inteiramente dedicada ao grande pecado... O CHOCOLATE!
É claro que haveriam muitas mais receitas a colocar mas garanto-vos que foi difícil escolher.
Hoje vamos começar por algo bem simples, aquele clássico que nunca falha. É óptimo para ter sempre algo doce para uma visita surpresa ou para quando nos apetece chocolate e lá está ele no congelador à nossa espera.
Nas nossas férias deste verão provei um salame com amêndoas, que adorei e desde então já faz parte da minha receita. Aliás, a receita da minha mãe que nunca falha!
Pode colocar tudo numa taça, deixando apenas as claras para o fim, mas como eu não gosto de trincar o açúcar, sigo as etapas que vos indico a seguir.

Ingredientes para 1 salame grande:

300g de açúcar amarelo
4 ovos
125g de manteiga sem sal Primor
450g de bolacha maria
50g de amêndoa laminada
200g de chocolate em pó de boa qualidade (eu uso Pantagruel)

Modo de preparação:
Derreter a manteiga no microondas e juntar o açúcar, mexer muito bem (à mão, com uma colher de pau) para que o açúcar se comece a desfazer. Junte as 4 gemas e continue a mexer.
Parta as bolachas grosseiramente (elas vão acabar por ficar bem mais picadas com o mexer) e junte-as ao preparado bem como o chocolate e as amêndoas. Misture muito bem de modo a que fique tudo bem incorporado.
Bata 3 claras em castelo bem firme e junte-as delicadamente à mistura de chocolate.
Numa folha de alumínio coloque o preparado e enrole para que tome uma forma redonda com o comprimento que desejar. Pode também fazer 2 salames mais pequenos, se preferir.
Coloque no congelador pelo menos durante 1 noite.
Retire-o do congelador 5 minutos antes de servir e corte em fatias.

Espero que gostem!

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Fígado de Vitela

Sei que só pelo nome, muitos não vão sequer continuar a ver a receita. Mas continuo a acreditar que para a grande maioria é só o mito do nome...porque se provassem iriam adorar!..
Com batatas cozidas, daquelas mesmo nossas, com aquela salada bem temperada... Nem o pão resiste e insiste em ser mergulhado naquele delicioso molho...

Ingredientes para 4 pessoas:

600g de fígado de vitela
600g de batatas brancas
200 ml de vinho tinto
2 folhas de louro
4 dentes de alho
1 colher de sopa de manteiga sem sal Primor
azeite q.b.
sal q.b.
pimenta q.b.
salsa ou coentros a gosto
salada de alface, rúcula e agrião

De véspera parta os bifes em pequenos escalopes, coloque-os numa taça, tempere com sal, pimenta, as folhas de louro partidas em pedaços, os dentes de alho esmagados e o vinho branco. Tape e coloque no frigorífico.
No dia, descasque as batatas, corte em rodelas no sentido do comprimento e coloque-as a cozer só depois da água estar a ferver. Junte uma pitada de sal e deixe cozer. Atenção que, como estão em rodelas, vão cozer muito depressa!
Numa frigideira coloque azeite de modo a cobrir o fundo, junte a manteiga e deixe aquecer em lume médio até que a manteiga derreta. Adicione os escalopes. Passados 2 minutos vire-os, junte a marinada que ficou na taça e deixe que o álcool evapore. Se for necessário abra um dos escalopes para confirmar se estão bem passados, porque não convém que tenham sangue.
Sirva as batatas com os escalopes, regue com o molho, polvilhe com as ervas aromáticas picadas e acompanhe com uma salada de alface, rúcula e agrião.

Bom apetite!

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Alheira à Brás

Mais um dia que foi uma correria, que acaba com aquela sensação de que ficou tanto por fazer...
Assim não há tanta dedicação à cozinha e acabamos por fazer uma refeição rápida com o que haja no frigorífico e na despensa. Mas por é que são estas comidas que nos sabem sempre melhor??...

Ingredientes para 4 pessoas:

2 alheiras
1 cebola grande
2 dentes de alho
150g de batata palha
4 colheres de sopa bem cheias de salsa picada
4 ovos
azeite q.b.
pimenta q.b.
azeitonas q.b.

Modo de preparação:
Pique a cebola e os dentes de alho e coloque-os a refogar numa frigideira com azeite e deixe alourar ligeiramente.
Entretanto retire a pele às alheiras e corte-as em pequenos pedaços. Junte ao refogado e mexa frequentemente para que se desfaçam todos os pedaços de alheira e cozinhem de forma mais uniforme. Tempere com pimenta a gosto (provavelmente não será necessário juntar sal por causa das batatas) e junte as batatas* envolvendo bem todos os ingredientes.
Abra os ovos para uma taça e mexa-os com um garfo. Junte metade dos ovos ao preparado de alheira, mexa e quando os ovos estiverem quase cozinhados, junte a outra metade, mexendo sempre. A mistura deverá ficar ligeiramente cremosa.
Adicione a salsa picada, decore com azeitonas e sirva de imediato.

* Se tiver um pouco mais de tempo, pode ralar as batatas, passá-las muito bem por água, secar e colocá-las num tabuleiro espalhando-as muito bem. Leve ao forno temperadas com sal, pimenta e um fio de azeite e deixe assar. ficam quase como fritas, mas muito mais saudáveis.

Bom apetite!

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Beringelas recheadas no forno


 
Por vezes apetece-me algo mais leve, sem carne nem peixe, e hoje foi um desses dias.
Queria algo leve, rápido e que soubesse bem... E soube mesmo bem!

Ingredientes para 2 pessoas:

2 beringelas pequenas
4 fatias de bacon
160g de de cogumelos Portobello frescos
2 colheres de sopa de requeijão para barrar Saloio
1 colher de sopa de queijo ralado
azeite q.b.
sal q.b.
pimenta q.b.

Modo de preparação:
Abra as beringelas ao meio, no sentido do comprimento, polvilhe o lado interior com sal grosso e deixe viradas para baixo durante 10 minutos. Passe-as por água, retire toda a polpa com a ajuda de uma colher, corte em pequenos cubos e reserve.
Coloque uma frigideira ao lume com as fatias de bacon e deixe que alourem e percam parte da gordura. Retire o bacon, corte em pedaços e reserve.
Introduza um fio de azeite na frigideira e de seguida a polpa da beringela. Com o lume alto deixe que fique douradinha. Retire e reserve.
Na mesma frigideira, coloque mais um fio de azeite e introduza os cogumelos partidos em quartos. Tempere com sal e pimenta a gosto e deixe saltear por 5 minutos, aproximadamente.
Numa taça junte o bacon, a beringela e os cogumelos. Regue com um fio de azeite e junte o requeijão. Misture bem e distribua pelas beringelas, polvilhe com queijo ralado e leve ao forno a gratinar por 10 minutos a 180º.
Sirva como entrada ou prato principal, acompanhado de uma salada e arroz selvagem.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Aquele Pão de Leite....

Levei muitos meses, muitos mesmo a tentar achar a fórmula perfeita para o pão de leite... Uns ficavam fofos, mas no dia seguinte pareciam uma rocha, outros não cresciam, outros eram muito doces... enfim, tantas mas tantas experiências até que desisti e comprava feito! E quando fui a Nice vi uns livros de receitas e num deles havia uma fotografia, daquelas que dá mesmo vontade de comer, mesmo que seja só em papel, sabem? Então lá resolvi voltar a tentar e a primeira, a segunda, a terceira, a 50ª tentativa sairam perfeitas!! Não há margem de erro, é a receita perfeita, extra fofo, sabe àquele que se compra na confeitaria! :)
A razão desta perfeição deve-se a um método asiático que prolonga a preservação e aumenta a suavidade do pão. Quanto a  mais detalhes não sei, mas só sei que raramente chega ao dia seguinte... :)

É feito em duas partes, primeiro prepara-se uma massa que tem por nome "gelatinizada" (o tal método asiático que referi) e após umas horas de repouso no frigorífico, dá-se inicio à restante preparação.

Ingredientes:

- Massa Gelatinizada:
75g de farinha T55
60g de água a ferver

- Pão:
360g de farinha T55
50g de açúcar
1 colher de chá de sal
15g de fermento de padeiro fresco (ou 5g de fermento de padeiro seco)
2 gemas de ovo
180g de leite
45g de manteiga

(a receita original inclui 15g de leite em pó, que eu omiti nas minhas ultimas preparações, sem ter notado qualquer diferença..)

Modo de preparação da massa gelatinizada:
Numa taça misture a farinha com a água (de preferência de nascente), forme uma bola, enrole em película aderente e coloque no frigorífico por 12h no mínimo (não deve deixar mais de 48h)

Modo de preparação do pão:
No dia em que quiser preparar o pão, dilua o fermento em 1 colher de sopa de leite morno.
Coloque na cuba da máquina os ingredientes pela seguinte ordem: leite, fermento diluido, gemas, açúcar, farinha e o sal. Escolha o programa para preparação de massas lêvedas e inicie. Ao fim de 2-3 minutos junte a massa gelatinizada. Assim que a mistura formar uma bola, introduza a manteiga amolecida. Quando o programa terminar deixe levedar dentro da máquina por mais 1h30m (ou até que dobre o volume).
Retire e coloque a massa na bancada, amasse ligeiramente para retirar o ar, divida-a em partes iguais (neste caso fiz 4) e proceda com cada uma dessas partes da seguinte forma:
Fonte: Alter Gusto

Coloque os rolinhos numa forma de bolo inglês forrada com papel vegetal, enrole num pano limpo e seco e deixe levedar por mais 1 hora em local quente (ou dentro do forno a 50º). Pincele o topo com leite (ou gema de ovo para ficar mais brilhante, se preferir) e leve ao forno a 180º, por 30 minutos, com um recipiente com água no fundo do forno de modo a que crie vapor. Verifique se o pão está cozido ao introduzir um palito e este sair limpo.

Pode parecer que a preparação é complicada, mas não é, apenas expliquei detalhadamente para que nada falhe. Depois de experimentar vai ver que é muito fácil, não suja loiça e é DE-LI-CI-O-SO!!!!!
Pode optar por outras formas e dividir a massa em mais partes, sem problema, apenas tem de confirmar se o pão está cozido antes de o retirar do forno.

Agora é só colocar a compota, ou manteiga, ou queijo, ou fiambre, ou marmelada, ou até comer sem mais nada! Se conseguir que chegue ao dia seguinte ou até mais, pode ver que se mantém fofo!

Vá lá, experimentem e depois digam-me se não é realmente fácil e delicioso!
Fico à espera...


P.S: Para quem não tem máquina de fazer pão, pode fazer à mão, usando os mesmo procedimentos e tempos indicados, sendo que em média deverá amassar por 15 minutos. Tenha em consideração que para saber se a massa está no ponto certo, retire um pedaço, estique e se se formar uma membrana fina e transparente, está óptimo. Se quebrar facilmente ou estiver opaca, terá de amassar mais um pouco.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Queijo fresco com mel, nozes e rúcula

Este é daquelas entradas intemporais, mas que resultam sempre bem! Não nos deixa ficar mal, é saborosa, saudável, prática e super rápida de preparar!...
As nozes não podem faltar na minha despensa...
Mel há sempre, do Alentejo....
Os queijos e a rúcula estavam a pedir que lhes desse destino...

Ingredientes para 4 pessoas:

4 queijos frescos
1 colher de sopa de mel
2 colheres de sopa de nozes
1 mão cheia de rúcula
sal q.b.
pimenta q.b.
1 colher de sobremesa de azeite

Modo de preparação:

Lave a rúcula, escorra, seque bem e coloque no centro prato onde vai servir.
Parta os queijos frescos em rodelas e disponha-as à volta da rúcula. Por cima deite as nozes picadas grosseiramente, tempere com o sal e pimenta a gosto e regue com o azeite e o mel.
Sirva de imediato!

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Salada de Frutas com Crumble especial

Hoje, mais uma receita para os dias ainda quentes e solarengos.
Uma salada de frutas, servida dentro de papaia, com iogurte grego e um crumble que é de comer e chorar por mais!!... :)

Ingredientes para 2 pessoas:

1 papaia grande
6 morangos
1 pêssego
6 uvas
1/2 limão
2 iogurtes gregos naturais
50g de cereais Fitness
20g de manteiga
20g de açúcar
1 colher de sopa de coco ralado
1 colher de chá de mel

Modo de preparação:
Prepare a salada de frutas: Abra a papaia ao meio no sentido do comprimento, limpe-a, retirando todas as sementes. Com a ajuda de uma colher retire a polpa, deixando uma margem no topo. Corte em pedaços a polpa da papaia, bem como os morangos, o pêssego e as uvas. Regue com o sumo do limão, misture bem e coloque dentro das metades da papaia. Coloque no frigorífico enquanto prepara o crumble.
Numa frigideira leve ao lume a manteiga e quando esta derreter, junte os cereais previamente triturados. Mexa frequentemente até que os cereais comecem a ganhar um cor ligeira. Adicione o coco, o açúcar e o mel, sem nunca parar de mexer para que fique bem solto. Quando ficar com uma cor de caramelo está pronto.
Sirva as papaias com a fruta dentro, por cima coloque o iogurte natural e termine com o crumble.

Bom apetite!


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Salada de manga e camarão


E continuamos as comidinhas para os dias quentes... há que os aproveitar!
Hoje deixo-vos uma salada de manga, camarão e alface.
Juntando boa companhia, é só escolher o vinho que mais gostam e desfrutar!

Ingredientes para 4 pessoas:

alface verde e roxa q.b.
16 camarões
1 manga
2 colheres de sopa de maionese
1 limão
1 colher de chá de mostarda  dijon
ervas aromáticas a gosto
pimenta preta q.b.

Modo de preparação:
Coloque ao lume água do mar (caso não seja possível, coloque 1 colher de sopa de sal, por cada litro de água), deixe ferver e introduza os camarões por 3 minutos. Escorra e coloque em água fria com cubos de gelo para que pare a cozedura e mantenham a firmeza. Descasque-os, retire a tripa e reserve.
Descasque a manga, corte-a em cubos.
À maionese (caseira, de preferência) acrescente raspa bem picada da casca de meio limão, algumas gotas do seu sumo, a mostarda e junte também as ervas aromáticas picadas finamente (aqui foram novamente eleitos os coentros, claro..).
Lave a seque a alface, cortando-a depois em pequenos pedaços. Deite-os no fundo de taças individuais.
Por cima coloque os cubos de manga e os camarões. Termine com o molho e a pimenta preta acabada de moer.
Sirva de imediato!

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Chá Fresco com Pêssegos e Morangos

O calor não nos dá descanso! Mas não me estou a queixar, ele que se deixe ficar por mais umas semaninhas... Mas com este calor só mesmo com bebidas fresquinhas é que o conseguimos enganar!
Este chá é natural, sem químicos, nem açúcares nem nada que nos faça mal, nada mesmo! A única coisa que fazemos mal, é não o beber.... :):):)

Ingredientes para 6 pessoas:

1 colher de sobremesa de folhas de chá tomilho-limão
1 pêssego
8 morangos
1 lima
folhas de hortelã q.b.
gelo q.b.
água q.b.

Modo de preparação:
Prepare uma infusão com as folhas de chá e 1 litro de água, aproximadamente. Retire as folhas e deixe arrefecer por completo.
Prepare as frutas: corte o pêssego em meias luas, a lima em quartos e os morangos em pedaços diferentes (uns às rodelas, outros em quartos e os mais pequenos deixe inteiros).
No jarro onde vai servir o chá coloque a infusão que preparou, as frutas e acrescente mais água fria até prefazer a quantidade desejada. Junte as folhas de hortelã e leve ao frigorífico pelo menos por 1 hora para que todos os sabores se libertem e interliguem.
Na altura de servir junte cubos de gelo e pronto!

Poderá querer adoçar o chá mas aqui em casa não o fiz porque as frutas já fizeram esse papel!

Espero que gostem...
Até amanhã!

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Tarte de Figos e Presunto

Este ano, ou me apetecem mais figos, ou eles estão mesmo mais saborosos...
Estes são do Algarve, bem pequeninos, super super doces e juntamente com massa folhada, queijo mascarpone e presunto fizeram uma delicia de uma tarde! Mas não, não é sobremesa, se bem que poderia ser, sem qualquer problema, mas acho que fica melhor como prato salgado.
Nada como experimentar, certo?

Ingredientes para 1 tarte:

1 embalagem de massa folhada
2 colheres de sopa de queijo mascarpone
6 fatias de presunto, aproximadamente
6 figos, aproximadamente
2 colheres de sopa de açúcar amarelo
1 ovo
azeite q.b.
sal q.b.
pimenta q.b.

Modo de Preparação:
Abra a massa folhada e corte-a em forma de quadrado. Coloque-a em cima de papel vegetal (pode aproveitar o que a massa trás) e depois num tabuleiro para ir ao forno. Faça com uma faca um golpe a toda a volta com um centímetro de largura, como se fosse uma moldura. Dessa marca para o centro espalhe o queijo com a ajuda das costas de uma colher. Por cima do queijo, faça filas intercaladas com os figos em fatias grossas e as fatias de presunto.
Numa taça coloque o açúcar e junte azeite em fio, mexendo sempre, até que se forme uma pasta suficientemente liquida para deitar por cima dos figos. Tempere todo o recheio com sal e pimenta moída na altura, pincele a "moldura" que ficou a gema de ovo e leve ao forno pré-aquecido a 180º, por 10 minutos ou até que os figos comecem a ficar douradinhos.
Retire, deixe arrefecer um pouco e sirva como entrada, ou como refeição ligeira acompanhada de uma salada.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Costeletas no forno

A receita original destas costeletas é ligeiramente diferente, posso mostrá-la noutro dia, mas esta surgiu quando um dia estava prestes a prepará-las e vi que não tinha em casa todos os ingredientes necessários para as fazer... Mas fi-las na mesma, e o J adorou!

Ingredientes para 4 pessoas:

8 costeletas do cachaço
8 fatias de presunto
4 fatias de paio york
1 limão
azeite q.b.
pimenta q.b.
vinho branco q.b.

Modo de preparação:
De véspera tempere as costeletas com pimenta, o sumo de limão e um pouco de vinho branco. Tape com película e deixe no frigorífico. Não coloque sal!
No dia, coloque as costeletas num recipiente próprio para ir ao forno.
Na picadora coloque o presunto e o paio e triture grosseiramente. Adicione uma boa quantidade de azeite e triture novamente até que as carnes fiquem bem miúdinhas, mas não em pasta!
Espalhe uniformemente este preparado sobre as costeletas, cobrindo totalmente cada uma delas. Use as costas de uma colher para ser mais fácil.
Leve ao forno a 160º por 2 horas aproximadamente, ou até que a carne esteja cozinhada e se forme uma crosta douradinha por cima. Se for necessário cubra com folha de alumínio para que não queime e a carne cozinhe.
Acompanhe com arroz, batatas assadas, ou mesmo com esparguete.
O J pediu batatas fritas...

Experimentem, vão gostar!